domingo, 7 de abril de 2013

Pin Ups "Lee Marvin" (Spicy Records, 1998)




                  Umas da mais cultuadas bandas do underground brasileiro e a principal do gênero guitar band nacional. Em 1998 o Pin Ups completou 10 anos e lançou "Lee Marvin", seu quinto disco.

Bizz, edição 156, julho de 1998
           O quarteto formado por Zé Antônio (guitarra), Alexandra (baixo e vocal), Elaine (guitarra) e Flávio (bateria) se deu muito bem com o trabalho, revezando momentos acústicos com canções mais rápidas.

                  "Lee Marvin", que segue a 'trilogia' de títulos que usam nomes de atores do cinema, iniciada no álbum anterior, "Jodie Foster", de 1995, e completada no EP "Bruce Lee", de 2000. Abre com a balada acústica "Weather" e segue com as barulhentas e melodiosas "Loneliness" e "Resting time". A influência de Superchunk, banda que o Pin Ups acompanhou em shows pelo Brasil, é indissociável.

           "It's your turn" e "Putting things together" ganharam video clipes. "It's alright for you" é a única canção não composta pela banda, o cover do The Police surge como uma surpresa. "Guts" e "You shouldn't go away" são as duas não inéditas, pois foram registradas no compacto "Guts", lançado em 1997. "Fast cars" tem participação vocal de Farofa, Garage Fuzz e Safari Hamburguers. O álbum tem duas canções, sem títulos e não creditadas, escondidas nas faixas 35 e 36.

   
Rock Press, edição 15, agosto de 1998
             O projeto gráfico de Rafael Lain também segue uma linha de discos do Superchunk, tanto na diagramação como na pequena foto da banda no encarte, que traz todas as letras e ficha técnica. Lançado pelo selo paulistano Spicy Records, o disco foi bastante elogiado e trabalhado pela banda. Logo saiu de catálogo.

                 Quer ouvir? Download aqui!

8 comentários:

  1. Classicasso! na esperança de ouvir as demos...

    ResponderExcluir
  2. Roberto!
    Uma vez eu baixei umas demos, "Not for sale" e uma acústica que não me lembro o nome. Você tem este material? Eu tenho, ma,s não sei exatamente onde está. Se você quiser, posso procurar e te mandar.

    ResponderExcluir
  3. Pow, não mande só pra ele não. Poste no blog! Essa fase do Pin Ups é sensacional. Eu entrevistei a Ale na época, e ela disse que tava doida pra vir a Manaus, mas
    infelizmente eu era um mero estagiario e nao conhecia ninguem do meio de produção de shows. Vc tem o Jodie Foster para postagem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Richard!
      Obrigado pela visita e pelo comentário!
      Vou procurar estas demos nos cds de back up neste fim de semana. Vou mandar para vocês. Assim como o "Jodie Foster".
      A Alê é super legal, conversei com ela algumas vezes, na época dos fanzines, por carta, sempre atenciosa. Logo vou postar aqui uma coletânea em vinil que tem a primeira banda dela, o MR-8. Abraços e obrigado!

      Excluir
    2. Ela teve uma outra banda depois do fim do Pin Ups. Cheguei a ter o cd do LAVA, mas se perdeu no tempo. Acho que a banda teve até um clip na MTV. Mas o LAVA não chegava aos pés do Pin Ups.

      Excluir
  4. banda sensacional e é brasileira valeu...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mick!
      O Pin Ups é tipo uma instituição do underground brasileiro!

      Excluir
  5. Me lembro que a Alê namorava o João Gordo

    ResponderExcluir