terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Trap "Buy" (J-Bird Records, 1998)



               “Buy” é o terceiro registro da banda paulistana Trap, projeto do compositor e multi instrumentista Jonny, pseudônimo de Alexandre Patriarca. Neste álbum foram gravadas 10 canções com letras em inglês e executadas por um quinteto, outras duas foram retiradas de uma apresentação do Trap num SESC paulistano em 1997, num projeto chamado SESC Babel Project. Todas as letras são em inglês, exceção para “f.d.p.” e percebe-se uma forte influência das bandas do underground norte-americano do começo dos anos 90.
Bizz, edição 160, novembro de 1998
             Lançado em CD pelo selo norte-americano J. Bird Records, especializado em vendas pela internet, “Buy” não teve uma grande repercussão nacional, apesar de garantir uma boa distribuição, afinal, o disco era facilmente encontrado nos catálogos de selos e distribuidoras de discos independentes nacionais do período. O projeto gráfico é simples, com destaque para a capa que estampa uma cartela de ácido, traz poucas informações, não há letras, foto ou ficha técnica.

            Quer ouvir? Download aqui!

12 comentários:

  1. Maravilhoso post! Aliás, o projeto gráfico é simples mas ousado... (nem todo mundo reparou o que é essa imagem na capa, heheh)

    ResponderExcluir
  2. Roberto! Inclusive eu sou um dos que não identificam a imagem da capa, voltei nela aqui e parece uma cartela, sei lá, tem uns espaços para picotar... ma,s não matei o enigma, ajuda? heheheh Abração!

    ResponderExcluir
  3. Hum, que danados estes Trap. Sobrou inocência da minha parte agora. hehehehe Valeu Roberto!

    ResponderExcluir
  4. Nunca tinha ouvido falar do Trap, porém a capa me lembro de ter visto em alguma loja na Galeria do Rock. O som é bem legal, diferente das bandas da época, a sonoridade lembra bandas como Blind Melon do inicio da carreira, típico anos 90. Aliás a capa é simples más é muito legal.Parabéns.
    Obs. Se interessar achei algumas informações da discografia do Trap nesse link:
    http://www.reocities.com/SunsetStrip/Palms/2597/trapmusic4.html

    ResponderExcluir
  5. Eduardo!
    Legal o link, não tinha feito uma busca no google atrás de mais informações, só sei que o Cd trilha sonora do filme "Caquinha Super star a go go" é umas das coisas que eu mais procuro, ali deve estar as loucuras da banda. Quanto ao disco postado, "Buy", confesso que não o ouvi muitas vezes, mas, sei que se trata de um destes materiais quase inéditos na web e até mesmo pouco lembrados atualmente, daí vale privilegiar um disco assim, mesmo com poucas referências, imagens, fontes...
    Obrigado pelo apoio de sempre! abraços!

    ResponderExcluir
  6. Realmente Marcelo, o legal é conhecer algo inédito ou mesmo perdido no tempo que quase ninguém se lembra ou já ouviu falar, por isso o seu blog é diferente de todos os outros que já pesquisei, e olha que já entrei em dezenas de blogs ou sites sobre música e realmete o Disco Furado é único. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ohohoh.. obrigado meu velho! Estamos aqui para isso, caçando tesouros e outros lixos perdidos. E enaltecendo clássicos também né! hehehe abraços!

      Excluir
  7. Só pra constar, fiquei curioso outro dia quando vc elogiu os Pixies. Diga, quais as bandas estrangeiras que vc gosta, as atuais e as antigas. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Eduardo, gosto de tanta coisa gringa... bastante undeground norte-americano (Minutemen, Firehose, Fugazi, Meat Puppets) punk hardcore (Black Flag, Circle Jerks, Vibrators, Damned, Bad Brains, Ramones, Clash) Beatles, Velvet Underground, REM, Nick Drake... estes são eternos. Coisas latinas (Boom Boom Kid, Caf Tacuba, Aterciopelados...)
      Não procuro muito coisas atuais de fora, às vezes elas me pegam pelo ouvido, tipo Tame Impala, Alabama Shakes, Toro Y Moi, mas, destes eu nem compro discos, baixo tudo. hehehehe
      E tem os que eu não gosto, heavy metal, metal farofa, led zeppelin, genesis e todos os outros progressivos chatos. Mas, eu gosto de King Crimson e o primeiro disco do Pink Floyd. heheheh E tem coisas que eu digo que não gosto e ouço escondido. hahahahah

      Excluir
  8. Legal, muita coisa que vc citou tb gosto muito: REM, Beatles, Fugazi, Meat Puppets, Ramones, Clash,Black flag, adoro o underground americano más gosto muito do rock inglês. Na verdade tenho um gosto muito eclético porque gosto demais de pesquisar sobre rock de todas as épocas e países. O problema é que com a idade a gente fica um pouco exigente na qualidade do que ouve. Vou citar os top 10 do que ouço no momento das bandas mais novas. Interpol, My morning jacket, Band of horses, Wilco, The National, Arctic monkeys, Muse, The raconteurs, The editors, The black keys,etc. Os meus eternos: The beatles, Pink floyd fase Sid Barret, Pearl Jam, REM, The Pixies, The smashing pumpkins, David Bowie, Jeff Buckley, Neil Young, The Cure, The Psychedelic Furs, Violeta de Outono, Nirvana e a maioria das bandas "grunge", punk hardcore americano e inglês, enfim, é uma salada russa que não caberia aqui e levaria muito tempo pra contar. Preciso de mais tempo pra ouvir também tudo que tenho, aproximadamente uns 1000 cds originais, 3000 discos em mp3 e uns 400 dvds de shows e videografias, gostaria de ter mais vinis perdi vários com o tempo, hoje tenho só uns 100. É um vício gostoso a música. Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Ah, esqueci, também odeio Heavy metal, metal farofa e a turma cabeluda e barbuda que acha que os anos 70 (principalmente Led Zeppelyn, Deep Purple, e bandas Hard Rock chatas) são as únicas coisas boas que o rock inventou.

    ResponderExcluir