domingo, 30 de dezembro de 2012

V.A. "Clip Independente" (Rádio Brasil 2000 FM, 1993)




         A coletânea “Clip Independente Volume 1” é parte do projeto do programa de rádio Clip Independente, idealizado e produzido por Osmar Santos Jr, o programa entrou no ar junto com a criação da Rádio Brasil 2000 FM 107,3, pela Faculdade Anhembi-Morumbi, em setembro de 1986.

         O programa semanal tinha por objetivo levar bandas independentes para a programação de rádio, pouco depois o programa também ofereceu para as bandas convidadas a possibilidade de gravação de fitas demo de boa qualidade, afinal, as apresentações ao vivo eram gravadas e as passagens de som também podiam ser registradas. Conta-se que no tempo de três anos que antecederam o álbum “Clip Independente Volume 1” foram gravadas mais de 150 fitas, o Mickey Junkies que participa desta coletânea gravou uma fita demo ao vivo no Clip Independente.

         Muitas bandas de vários estados passaram pelo programa, desde nomes importantes do underground nacional como Ratos de Porão, Second Come e Okotô, até bandas com experiências em grandes gravadoras, Made In Brazil e Ultraje a Rigor, por exemplo. As mais pedidas pelos ouvintes retornavam na programação normal com as canções gravadas no Clip Independente. Entretanto, “Clip Independente Volume 1” não é o primeiro disco do programa, que já havia editado em 1989 o álbum “Blues e derivados” de Nuno Mindelis, além de um disco ao vivo de Lord K e o único trabalho do Quinteto Buenos Aires.

“Clip Independente Volume 1” traz 9 bandas paulistanas escolhidas pelos ouvintes, cada banda com uma canção. O disco não se prende a nenhum estilo dentro do rock e tenta uma abrangência nas diversas linguagens da produção independente da época. Zero Vision e Canis representam a parte heavy pesada, a primeira se destaca com o som industrial de “Worms”; o Anjo dos Becos traz o rock festeiro com direito ao solo de saxofone do hit da banda “Na noite somos todos iguais”. Outros destaques ficam para o som psicodélico e estradeiro do 3 Hombres em “Geladeira amarela”, o som pesado e sujo do Mickey Junkies em “Holiday on ice” e o único registro em disco da banda de Stela Campos, o Lara Hanouska, em “The game is over”. Traz ainda o groove funk heavy do Malaco Soul, o rock inglês do All of Us e o progressivo do A Casa Caiu, com participação de Paulo Zinner na bateria.

Para a realização da coletânea, a Brasil 2000 FM fez uma parceria com a gravadora BMG-Ariola que se incumbiu de prensar uma pequena tiragem do LP que não seria comercializado e sim distribuído entre as bandas e na mídia. O projeto gráfico é bastante caprichado com direito a um fanzine preto e branco de 12 páginas com fotos e apresentação de todas as bandas, além de encarte com todas as letras e capa colorida com foto de todos integrantes das 9 bandas reunidos. Um trabalho único e honesto que não teve sequência principalmente pela sua característica não comercial. Bela iniciativa.

Quer ouvir? Download aqui!

5 comentários: